Home / Blog / Curiosidades / Esse tipo de cabo pode danificar permanentemente o seu iPhone

Esse tipo de cabo pode danificar permanentemente o seu iPhone

Todo mundo sabe que os produtos da Apple não estão entre os mais baratos do mercado. Um simples cabo de iPhone original pode custar bem mais do que aqueles modelos importados que são vendidos pela internet.

No entanto, se você optar por usar cabos que não sejam certificados pela Apple ou que tenham procedência duvidosa, saiba que você estará também colocando em risco a sua segurança e a durabilidade do seu celular. Há mais riscos envolvidos nesse processo do que você imagina.

Cabos originais e certificados

Há dois tipos de cabos de iPhone que você pode comprar sem medo. Primeiro, é claro, os próprios cabos originais fabricados e comercializados pela Apple. A segunda opção, geralmente com preço mais acessível, são os cabos certificados, ou seja, componentes fabricados por terceiros, mas que seguem os padrões de qualidade estabelecidos pela Apple.

Em ambos os casos você está seguro. O grande problema está nos cabos que não se enquadram em nenhuma das duas categorias. Em alguns casos, eles podem causar danos aos componentes internos do aparelho, reduzindo a vida útil do produto. Em casos mais graves eles podem superaquecer o iPhone e provocar até mesmo explosões e incêndios.

Por que você não deve comprar cabos de procedência duvidosa?

Cabos que não são certificados são construídos sem levar em consideração todos os padrões de segurança necessários indicados pelo fabricante. Isso significa que eles podem utilizar componentes de baixa qualidade que não sejam suficientes para assegurar a quantidade de energia necessária para a recarga do aparelho.

Quando conectados a carregadores oficiais ou não, os cabos podem superaquecer, causando danos não apenas ao carregador, mas também ao aparelho na outra ponta. Da mesma forma, com capacidade de sustentação de energia mais baixa, eles podem resultar em um tempo de recarga maior do aparelho, o que é igualmente desagradável.

Além disso, justamente pelo fato de serem fabricados com material de qualidade inferior, esses cabos estão sujeitos a quebras no simples ato de enrolar. Ou seja, eles também são considerados menos duráveis do ponto de vista físico e provavelmente você terá que repor o produto mais rapidamente.

Sistema operacional detecta cabos não originais

Embora a Apple recomende apenas o uso de cabos originais ou certificados, não é uma tarefa simples reconhecer se um cabo é verdadeiro ou não. Mesmo usuários mais experientes têm dificuldade para diferenciá-los. Por essa razão, a primeira recomendação é adquiri-los somente em lojas confiáveis.

Para facilitar a vida dos usuários, desde o iOS 7 a Apple incluiu no software um mecanismo que detecta anormalidades nos cabos e informa aos usuários que pode se tratar de um produto que não atende às especificações técnicas. Nesse caso, o cabo simplesmente não é mais reconhecido e deixa de funcionar.

Uma notificação informa que a energia será suspensa e que a recomendação é buscar outro cabo. Em alguns casos o alerta é válido, já que o usuário pode não saber mesmo a procedência do produto. Em outro, fica a frustração por descobrir que aquele cabo não original e barato não foi capaz de atender nem mesmo os requisitos mínimos de segurança.

Em resumo, a dica é: fuja do barato que sai caro. É melhor investir um pouco mais e comprar um cabo certificado pela empresa e manter a sua integridade (e a do seu aparelho) do que correr riscos desnecessários com cabos de procedência desconhecida.

Fonte(s): Macworld.