Home / Blog / Dicas / Como o Google Maps do seu celular pode ajudar você a evitar multas por excesso de velocidade

Como o Google Maps do seu celular pode ajudar você a evitar multas por excesso de velocidade

Que o Google Maps no celular é um dos melhores aplicativos de mapas do mercado isso você já deve saber. Porém, que dirige nas grandes cidades prefere usar outras alternativas a ele, como o Waze (que coincidentemente pertence ao Google).

O que ninguém conseguia compreender é que funções bastante úteis do Waze não tenham sido ainda incorporadas pelo Google Maps. Porém, ao que parece, a empresa finalmente decidiu dar um pouco mais de atenção para o seu principal aplicativo de mapas e prometeu novidades para muito em breve.

Atenção aos limites de velocidade

A primeira novidade é que o Google Maps oferecerá aos seus usuários a opção de indicar o limite de velocidade nas vias. A empresa fez alguns testes limitados com consumidores dos Estados Unidos e decidiu agora estender o recurso para mais 40 países – entre eles o Brasil.

Portanto, assim como já ocorre no Waze, o usuário verá no canto inferior da tela um mostrador de velocidade, indicando qual é o limite da via. Sempre que esse limite for ultrapassado, uma mensagem de alerta é enviada. O mesmo vale para os pontos em que há radares eletrônicos fixos: eles serão informados por meio de notificações de áudio.

google-maps-no-celular-ajuda-a-evitar-multas

Oficialmente, não há uma data específica informada pelo Google para a liberação desse recurso. Contudo, é certo que ele virá em uma das próximas atualizações do Google Maps. Certifique-se de manter as atualizações automáticas ativas para ser um dos primeiros a receber essa novidade.

Um pedido de longa data

Desde que comprou o Waze, em 2016, os usuários já imaginavam que em algum momento as melhores funções do aplicativo seriam incorporadas ao Google Maps. O que ninguém imaginava é que fosse demorar tanto tempo assim até que um dos recursos mais importantes –e bastante requisitados – desse as caras no Maps.

A inclusão desse recurso no Google Maps torna o aplicativo um concorrente mais forte para serviços consagrados de GPS, como os desenvolvidos pelas empresas Garmin e TomTom.

Além dos Estados Unidos e do Brasil, a novidade será disponibilizada também para os usuários dos seguintes países: Austrália, Canadá, Reino Unido, Índia, México, Rússia, Japão, Andorra, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Croácia, República Checa, Estônia, Finlândia, Grécia, Hungria, Islândia, Israel, Itália, Jordânia, Kuwait, Letônia, Lituânia, Malta, Marrocos, Namíbia, Holanda, Noruega, Omã, Polônia, Portugal, Catar, Romênia, Arábia Saudita, Sérvia, Eslováquia, África do Sul, Espanha, Suécia, Tunísia e Zimbábue.

A empresa destaca ainda que poderia oferecer essa funcionalidade em mais localidades, mas em alguns países é proibido incluir nos apps esse tipo de recurso. É o caso de lugares como França, Suíça e Alemanha. Na França, por exemplo, a polícia é autorizada a checar o seu smartphone em busca de aplicativos ilegais e as penalidades incluem multas ou até mesmo a retenção do veículo caso algo assim seja encontrado.

E aí, você acredita que essa novidade é bem-vinda para o Google Maps?

*****

Acesse o site da MyMob e confira tudo em acessórios para o seu smartphone.