Home / Blog / Tecnologia / Qual é a diferença entre micro USB e USB-C?

Qual é a diferença entre micro USB e USB-C?

Nos últimos dois anos os usuários de smartphones começaram a ver uma nova especificação técnica sendo apontada como um diferencial: os cabos USB-C. Diferentes dos tradicionais micro USB, eles aos poucos estão se tornando o novo padrão do mercado.

Porém, você sabe dizer qual é a diferença entre os cabos micro USB e os cabos USB tipo C? Por trás dessa troca existem algumas razões importantes e a novidade, felizmente, não é um mero capricho dos fabricantes. Se você ainda não compreendeu o motivo dessa troca, vamos explicar em detalhes por quais motivos o USB-C é a bola da vez no mundo mobile.

Afinal, o que é o padrão USB?

USB é uma sigla em inglês para Universal Serial Bus, e faz referência ao tipo de conexão usada para transferência de dados ou fornecimento de energia a um dispositivo. O formato foi introduzido no mercado internacional em 1998, ainda sob a revisão USB 1.1.

Contudo, demorou até que ele fizesse sucesso. Foi somente com a chegada da versão 2.0, em meados de 2000, que a maioria dos fabricantes passou a adotar a novidade. O USB 3.0, utilizado hoje amplamente, foi introduzido no mercado em 2008 – portanto, há pouco mais de 10 anos.

A cada nova versão, novidades foram incorporadas. Por exemplo, os USB 2.0 conseguem transferir no máximo 60 MB/s, mas em média o volume total não passa dos 35 MB/s. Com relação à intensidade elétrica suportada, em teoria ele pode chegar aos 900 mA, mas é mais comum que eles cheguem a no máximo 500 mA.

Já os conectores USB 3.0 chegam a taxas de transferência de até 600 MB/s – portanto, dez vezes mais do que o seu antecessor –, além de suportar uma intensidade elétrica de até 1.000 mA.

Os tipos de conectores

Além da versão USB, é preciso prestar atenção à outra ponta do cabo. É lá que está o conector que irá encaixar no seu smartphones. Basicamente, há quatro formatos que você precisa conhecer: o Tipo A, o Tipo Mini-B, o Tipo Micro-B e o Tipo C.

O Tipo A é o padrão convencional, ou seja, o cabo USB que todos nós conhecemos. Ele é a ponta de conexão com a maioria dos PCs e notebooks. Os do Tipo Mini-B deixaram de ser utilizados. Aqui, falamos daquele conector um pouco mais largo que podia ser visto em smartphones antigos.

Eles foram substituídos pelos Micro-B, popularmente conhecidos como Micro USB. Por fim, chegamos ao padrão mais recente da indústria, os USB do Tipo-C.

Quais as vantagens dos conectores USB Tipo C?

Por serem mais recentes, os conectores USB Tipo C incorporaram uma série de tecnologias que os tornam mais eficientes. Por exemplo, esses cabos são mais resistentes e proporcionam maior velocidade na transmissão de dados e no carregamento dos celulares.

Os canos USB-C são compatíveis com as versão USB 3.0 e USB 3.1 e, portanto, têm maior capacidade para transferência de dados e informações. Para se ter uma ideia, eles podem chegar a taxas de transferência que variam entre 5 Gbps e 10 Gbps, além de entregar até 100 W de potência.

Essa quantidade de energia é suficiente para ir além de smartphones e tablets. Torna-se possível, por exemplo, carregar até mesmo notebooks. Por essa razão, modelos mais novos de celular vêm adotando esse padrão nos últimos anos. A tendência é que nos anos seguintes todos os aparelhos lançados migrem para esse formato.

Por essa razão, se você for trocar de smartphone e pretende ficar com ele por um bom tempo, vale a pena conferir se ele já é compatível com esse formato. Pagar um pouco mais por um aparelho com conexão do USB Tipo C pode acabar resultando em muitos benefícios, como recarga mais rápida da bateria e transferência de dados mais eficiente. E você pode encontrar carregadores e acessórios em uma loja MyMob perto de você.