Home / Blog / Dicas / iPhone esquentando é normal? Aprenda os motivos para isso acontecer e como resolver

iPhone esquentando é normal? Aprenda os motivos para isso acontecer e como resolver

Um iPhone esquentando é normal? Tudo vai depender de como ele está esquentando e quais são as consequências desse aquecimento. Em muitos casos, uma temperatura um pouco mais alta pode ser considerada algo normal.

Para compreender o que ocorre, é preciso pensar primeiramente no funcionamento de um aparelho. Como todo eletrônico, o iPhone tem um processador recebe energia para funcionar. O simples fato de ele estar funcionando já é uma razão para que emita algum tipo de calor. O problema se dá quando a temperatura passa dos limites estipulados pelo fabricante. Nessas horas, o que fazer?

Por que o iPhone esquenta?

Como já mencionamos, todos os eletrônicos esquentam quando estão em funcionamento. O problema é quando a temperatura passa dos limites estipulados pelo fabricante. Em execução normal, é pouco provável que isso aconteça em um celular, seja ele de qualquer marca. Contudo, algumas avarias podem ocasionar esse tipo de problema.

Diferente do que ocorre nos PCs, os celulares não têm um sistema de arrefecimento e precisam contar com as poucas saídas que existem para eliminar o calor. Portanto, as chances de um celular esquentar além da conta são muito maiores do que as de um PC ou notebook. Se essa situação está incomodando e seu aparelho está mais do que “morno”, então é hora de fazer um check-list para tentar identificar o problema.

Em razão do uso contínuo do GPS

Todos os aplicativos que exigem muito da capacidade de processamento do aparelho e da energia da bateria tendem a ser os vilões do superaquecimento de um celular. Se você perceber algo assim, desligue o GPS por uns minutos e feche aplicativos pesados ou que usem o GPS, como jogos ou o Waze.

Se o problema for resolvido em cerca de 10 minutos, é sinal que muito provavelmente os aplicativos estavam sobrecarregando o sistema. Se persistir, então siga para o próximo item da nossa lista de checagem.

Uso prolongado durante a recarga

O momento em que o iPhone está na tomada recarregando é crucial. Nesse momento ele está recebendo energia e, quando o usuário insiste em executar apps pesados durante a recarga, existem chances de que ocorra uma espécie de sobrecarga de energia – a energia que sai e a energia que entram provocam um superaquecimento.

Nesses casos, o melhor a se fazer a suspender uma ação ou outra: mantenha o aparelho em recarga sem uso ou use-o sem recarregar. Grande parte dos problemas relacionados a danos na bateria têm início na repetição de situações como essa.

Celular exposto ao sol ou no bolso por muito tempo

Em dias muito quentes, os smartphones sofrem também com a temperatura externa. Se na sua cidade está fazendo 35 graus no sol, por exemplo, dentro do seu bolso é bem provável que esteja muito mais quente. Isso faz com que o sistema operacional emita um alerta, mostrando que as condições em que ele está não são adequadas para o funcionamento.

Nesses casos, tire o celular do bolso e deixe-o na sombra ou em um ambiente com boa ventilação. Se puder, desligue o celular por alguns minutos até que a temperatura do aparelho se reestabeleça. A exposição continua ao calor pode causar não apenas o superaquecimento, mas também eventuais explosões.

Não resolveu? É hora de procurar ajuda

Se após tentar todos esses métodos os problemas de superaquecimento persistirem, então é hora de procurar ajuda. A assistência técnica da MyMob é especializada em identificar e resolver esse e outros problemas do seu iPhone. Melhor do que insistir em soluções que não resolvem é deixar que um especialista dê um diagnóstico preciso sobre o que está ocorrendo.

As razões para isso são muitas e vão desde problemas no sistema operacional até componentes avariados, como a bateria. Na dúvida não deixe de consultar quem entende do assunto e pode resolver o problema em poucas horas. Veja como encontrar uma MyMob perto de você!