Home / Blog / Tecnologia / Como funciona a lente grande angular e a teleobjetiva nas fotos dos smartphones modernos?

Como funciona a lente grande angular e a teleobjetiva nas fotos dos smartphones modernos?

As câmeras de smartphone podem ser colocadas hoje nas primeiras posições quando o assunto são as características de um celular que mais importam para os consumidores. Por essa razão, saber como funciona a lente grande angular e a teleobjetiva pode ser um fator decisivo na hora que você for escolher um novo aparelho.

Esses formatos de lentes são cada vez mais comuns nos celulares. Isso porque com o avanço da tecnologia, hoje é possível colocar duas e até três câmeras na parte traseira de um smartphone, dando ao usuário uma gama maior de opções na hora de tirar as suas fotos. Mas será que isso faz diferença? Vamos entender como essas lentes funcionam e o que você pode fazer com elas.

Como funciona a lente grande angular?

A maioria dos smartphones que têm câmera dupla decidiu inclui como câmera secundária uma lente do tipo angular. Elas também são conhecidas como “wide-angle” ou “grande angular”. A ideia dessas lentes é a de oferecer um campo de visão mais amplo, uma experiência mais próximo daquilo que os seus olhos veem.

Em outras palavras, elas servem para capturar imagens com ângulos mais abertos. Sabe aquelas fotos de paisagens que você tenta enquadrar tudo aquilo que vê, mas não consegue? A ideia das lentes do tipo grande angular é a de permitirem cenas mais abertas.

É por essa razão, por exemplo, que muitas fabricantes decidiram transformar as câmeras frontais em grande angular. Nesse caso, na hora de tirar as selfies, mesmo pessoas com braços mais curtos podem tirar proveito do recurso, já que o ângulo é mais aberto. Além disso, caberão mais pessoas na foto, o que torna tudo mais divertido.

Porém, essas lentes também têm os seus pontos negativos. Geralmente, elas não são as mais indicadas para zoom. Nesse caso, será preciso recorrer ao zoom digital, um recurso que costuma deixar as imagens mais granuladas. Por fim, pode haver ainda algum tipo de distorção na imagem se o campo de visão for maior do que 180 graus.

Como funciona a lente teleobjetiva?

Já as lentes do tipo “teleobjetiva” ou “telefoto” tem como principal função trazer um objeto distante para mais próximo. O que muda nesse caso é a curvatura da lente, fazendo com que ao fotografar você tenha a sensação de que o objeto aparente estar mais próximo do que realmente é a sua posição.

Em comparação com o zoom digital os resultados são melhores. Isso porque não há perda na qualidade da imagem, pois a “aproximação” do objeto é feita pela lente, e não pelo software. Lentes como essas são indicadas não apenas para fotografar objetos distantes, mas também para a ampliação de itens.

Um bom exemplo da aplicação das lentes teleobjetivas é nos jogos de futebol. Mesmo estando atrás do gol ou nas laterais do campo, distantes de onde a partida se desenrola, o uso de uma lente como essa aproxima os objetos e dá a sensação para quem fotografa de estar dentro do campo, ao lado dos jogadores.

No entanto, não é possível ainda comparar o poder de aproximação de uma lente teleobjetiva de uma câmera de celular com o de uma câmera profissional. As teleobjetivas profissionais são maiores e conseguem resultados muito melhores. No entanto, ter um aparelho celular que conte com uma câmera como essa, certamente dará a você muito mais versatilidade na hora de fotografar.

Combinando lentes para criar resultados incríveis

Não é apenas a ideia de proporcionar aos usuários mais alternativas na hora da fotografia que se passa pela cabeça das fabricantes. Graças aos recursos de software, combinar lentes pode resultar em fotografias com características incríveis. É o caso, por exemplo, das fotos que conseguem desfocar o fundo enquanto mantém o objeto em primeiro plano perfeitamente nítido.

Graças aos recursos de pós-processamento, são combinadas as imagens capturadas com a lente normal e a grande angular, por exemplo, resultado em efeitos incríveis e que fazem o maior sucesso. Portanto, agora que você já sabe por qual razão os fabricantes investem cada vez mais na inclusão de novas lentes em seus celulares, escolha um modelo que ofereça essas alternativas e tire o melhor proveito possível dele.